Cirurgia Oncológica

A cirurgia é a forma mais antiga de tratamento do câncer. Aproximadamente 60% dos pacientes de câncer serão submetidos à cirurgia isoladamente ou em combinação com outras terapias.

Há sete tipos de cirurgia de câncer:

Cirurgia preventiva

Muitos cânceres de cólon podem ser prevenidos removendo pólipos pré-cancerosos antes de se tornarem malignos. Uma mulher com risco muito alto para câncer de mama pode decidir ter os seios removidos em lugar de se preocupar em adquirir câncer de mama mais tarde.

Cirurgia diagnóstica

Também é conhecida como biópsia. Neste procedimento, o cirurgião remove alguns fragmentos ou o todo de um tumor para exame e determinar se o crescimento é canceroso. Uma biópsia pode ser feita dos seguintes modos:

Punção Aspirativa por Agulha Fina (PAAF): uma agulha é inserida no tumor e este é aspirado para ser realizada uma inspeção no microscópio.

Incisional ou Biópsia Excisional: uma pequena incisão é feita na pele com anestesia local. O cirurgião remove um pedaço do tumor(incisional) ou o tumor inteiro (excisional) para exame adicional.

Cirurgia de estadiamento

É utilizada para determinar a extensão de um câncer. Isso auxilia no planejamento da melhor forma de tratamento.

Cirurgia curativa

Envolve remoção de um tumor canceroso localizado que não têm metástases para outras partes do corpo. Pode ser seguido de radioterapia ou quimioterapia para se certificar que todas as células cancerosas foram destruídas.

Cirurgia suportiva

É usada para dar suporte em outros tratamentos de câncer. Por exemplo, alguns dispositivos de quimioterapia requerem um portal (dispositivo) a ser inserido debaixo da pele.

Cirurgia restauradora

Devolve a aparência e função normal ou próximo ao normal após o tratamento de câncer. A cirurgia reconstrutiva mais comum busca a reconstrução da mama após uma mastectomia. Reconstrução facial e implantes testicular também são exemplos de cirurgia restauradora.

Cirurgia paliativa

Realizada para alívio da dor, fornecer via alimentar ou outras complicações que vêm com câncer avançado. Cirurgia paliativa pode melhorar a qualidade de vida, mas não é uma cura para o câncer.

Entre em contato e tenha mais informações sobre o tratamento.

Contato e localização